traumatismo dentário

O que é traumatismo dentário?

O traumatismo dentário são lesões traumáticas que podem ir desde simples fraturas no esmalte até a perda total do dente. Ele é muito frequente em crianças e adolescentes, principalmente em fase de crescimento ou em idade escolar, podendo ser a consequência de quedas, acidentes esportivos, brincadeiras em casa ou na escola ou brigas com os colegas. Ele é causado, portanto, por um impacto externo sobre o dente e seus resultados podem ir desde a dor até um trauma para a criança.

O maior risco de ocorrer o traumatismo dentário é quando as crianças estão entre os 18 e os 30 meses de idade, período quando elas começam a realizar movimentos independentes, andar e correr sem uma coordenação motora muito bem estabelecida.

Prevenindo o traumatismo dentário

As crianças são grandes alvos do traumatismo dentário. Isso se deve ao fato delas estarem aprendendo muitas coisas e ainda não possuem muita noção de perigo. Os pais devem prestar atenção às brincadeiras das crianças, pois muitas podem apresentar o risco de cair de boca no chão ou causar outros acidentes, o que pode resultar no traumatismo dentário. Algumas ocasiões específicas em que os pais devem se atentar são:

  • Crianças aprendendo a andar e a correr: procurar sempre estar perto da criança nesta fase;

  • Crianças que estão aprendendo a andar de bicicleta, patins, skate, entre outras coisas: é preciso usar equipamentos de proteção;

  • Crianças na piscina: brincadeiras devem ser feitas com cuidado na área da piscina;

  • Crianças que praticam algum tipo de esporte de contato: deve-se fazer uso de protetores bucais;

  • Crianças sem cinto de segurança no carro: o cinto é obrigatório e imprescindível para evitar desde os acidentes mais leves, como a criança caindo no banco e batendo a boca em algum lugar, até ferimentos mais graves em acidentes de trânsito.

O que fazer se houver traumatismo dentário?

Como geralmente o traumatismo dentário ocorre com crianças, os pais devem procurar um odontopediatra imediatamente. Não importa se não houver dano aparente, pois somente o dentista consegue saber a extensão do problema e o que ele pode ter causado ao dente e à cavidade bucal. Se houve fratura do dente, leve a parte quebrada para o dentista examinar também.

Há muitos pais que acabam levando a criança ao médico ou ao a prontos-socorros, o que pode fazer com que haja o mau prognóstico. E isso ocorre por falta de informação e de conhecimento dos responsáveis. O ideal é sempre levar a criança ao dentista, que saberá como fazer o atendimento correto.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende traumatismo dentário:



Informações