aparelho invisível

Aparelho invisível

O ramo da Odontologia tem evoluído muito nas últimas décadas. Essa evolução não aparece muito, contudo; ela é silenciosa, e restrita muitas vezes aos profissionais do ramo. A evolução desse ramo da saúde ocorre me processos, técnicas e materiais. Toda a essa evolução chega um dia ao consumidor, ou seja, aos pacientes, e isso ocorre causando bastante barulho. No caso dos aparelhos dentários, houve evolução que permitiu o surgimento de aparelhos transparentes, assim como de aparelhos com melhor resultado. Uma das últimas evoluções acabou resultado no surgimento do aparelho invisível.

O nome do aparelho não deixa margem de dúvidas. Ele seria um aparelho que, para além de ser propriamente discreto, seria virtualmente invisível de enxergar. Como isso ocorre? A resposta é: por meio de materiais tão transparentes que realmente não aparecem ás outras pessoas. Esses materiais são plásticos de engenharia que, além de moldáveis e de promoverem bons resultados de adaptação dos dentes a situações mais aconselháveis, não deixam qualquer marca visual. Esse aparelho invisível está há alguns anos no mercado, e aparece sob a forma de marcas patenteadas, algumas de alto poder de marketing.

O aparelho invisível é realmente revolucionário?

A necessidade de sistemas transparentes ou discretos existe desde que os aparelhos foram inventados, ha mais de 2,5 séculos. Mas somente muito recentemente isso se tornou realidade. Já o material invisível leva isso a um extremo. A pessoa parece testar diante de seus colegas se é mesmo impossível de enxergar o seu aparelho. E é. Basta ver alguns vídeos na internet para confirmar essa impressão.

  • Um aparelho invisível precisa ser patenteado;
  • Um aparelho invisível tem de provar suas características diferenciadoras;
  • Um aparelho invisível é naturalmente superior, mas outras alternativas podem ser melhores para seu caso;
  • Um aparelho invisível sem garantia pode ser perigoso ou arriscado.

O aparelho invisível tornou-se uma espécie de moda de mercado

O aparelho invisível, embora seja uma solução interessante, não deve ser adquirido por ter se tornado uma moda em termos odontológicos. Seu uso deve ser condicionado ao seu caso específico, até porque para determinados casos - não necessariamente de ajuste fino - ele pode não ser a melhor opção. Consulte o seu dentista a respeito.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende aparelho invisível:



Informações