implante de dente

Cirurgia de implante de dente possui duas técnicas diferentes

A falta de dentes na boca afeta o indivíduo em muitos níveis. Ela é um incômodo na vida pessoal e profissional, impactando a autoestima para sorrir e falar. Nas funções motoras, a ausência prejudica a mastigação correta e a fala. Existem muitas próteses no mercado que prometem a substituição eficaz, mas que também são alvos de muitas críticas por serem desconfortáveis e dolorosas. O implante de dente, hoje disponível em duas cirurgias diferentes, é uma forma de reconstrução do sorriso mais estável e segura.

Cirurgia convencional

No procedimento mais comum, os pinos de titânio, que serão as novas raízes, são inseridos a partir de uma operação simples na gengiva. Antes, o dentista deve avaliar como é a estrutura óssea do paciente. Se ela não for adequada, é recomendado que um enxerto ósseo seja feito.

Se todos os requisitos estiverem preenchidos, o dentista inicia a colocação de implante de dente com a anestesia local das arcadas. Em seguida, uma incisão é feita na gengiva, expondo o leito ósseo. Com uma broca, o leito é perfurado lenta e progressivamente, garantindo o melhor encaixe para cada pino.

O implante de dente é então inserido nas cavidades abertas. São colocadas tampas de proteção nos pinos, finalizando o procedimento com uma sutura na gengiva. Nesse método, os pacientes não saem do consultório com os dentes definitivos já aplicados, sendo preciso esperar de quatro a seis meses para a colocação em uma nova cirurgia. No entanto, para que as tarefas do dia a dia sejam realizadas, os pacientes recebem próteses provisórias até o dia da conexão. No meio tempo, alguns cuidados devem ser tomados no pós-operatório:

  • Não comer alimentos duros;
  • Evitar o fumo para que a cicatrização não seja impactada;
  • Higienização diária feita com cautela;
  • Idas regulares ao dentista.

Cirurgia sem cortes

O implante de dente com a cirurgia sem cortes usa a tecnologia a favor do paciente. Ao contrário da operação convencional, essa técnica faz antes um planejamento para que os pinos sejam colocados no local correto em todos os sentidos: desde o comprimento, diâmetro e inclinação, eliminando o fator humano e seus possíveis erros durante o processo.

O procedimento de implante de dente começa com o escaneamento de toda a arcada dentária com uma tomografia tridimensional. As imagens são levadas para um computador, no qual, em um programa específico, o cirurgião-dentista consegue fazer o planejamento e cria guias cirúrgicas para o auxílio na operação.

As guias são colocadas sobre a boca do paciente. Elas possuem buracos que indicam o local exato em que o implante de dente será colocado, sem precisar fazer grandes cortes. Além de ter uma recuperação mais rápida, o procedimento também permite que o paciente já saia com os novos dentes na boca.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende implante de dente:



Informações