cirurgia oral menor

Cirurgia oral menor

A cirurgia oral menor é um procedimento muito utilizado por dentistas para correção de pequenas imperfeições ou problemas relacionados à sua saúde bucal. Quem mantém dentes bonitos e bem cuidados, gengiva saudável, entre outros aspectos estéticos e de saúde, pode ter mais vantagem na hora de uma entrevista de emprego e até mesmo ter um autobenefício, melhorando a autoestima e o seu relacionamento social.

Esse procedimento inclui todo tipo de tratamento bucal mais comum e que atinge a região da gengiva, dos dentes e também dos ossos da face. Identificando a necessidade da cirurgia, por envolver poucos riscos, o seu dentista pode realizá-la no próprio consultório, com anestesia local e sem complicações.

Principais correções realizadas através da cirurgia oral menor

O dentista indicará a cirurgia oral menor em diferentes situações. Entre os principais procedimentos, alguns se destacam mais pela frequência com que ocorrem. Podemos citar alguns desses:

Extração do Dente Siso: Por volta dos 20 anos, praticamente todo mundo tem seus últimos molares nascendo. Eles também vêm, quase sempre, ligados a problemas como cáries, inflamações e desconforto na gengiva. É justamente para eliminar esse tipo de incômodo que a Cirurgia oral menor é a melhor e mais prática opção. O procedimento também inclui casos onde dentes, além dos molares, não nasceram e igualmente causam dor bucal.

Implantodontia: Por motivos diversos os seus dentes podem cair ou serem extraídos. Sem o Implante Dentário, a sua estética é completamente afetada e, em algumas situações, a saúde da boca também. Optar pela Implantodontia a partir de próteses parciais ou totais é a garantia de ter sempre a boca bonita e saudável, mesmo que não sejam seus dentes naturais.

Cirurgias corretivas simples: Cirurgias no lábio inferior, para melhoramento do tecido bucal, remoção do freio labial, extração de tecidos bucais para biopsia e outras pequenas correções também podem ser feitas a partir da Cirurgia oral menor.

Além dos três procedimentos acima, a cirurgia oral menor também resolve problemas de:

  • Extração dos dentes além dos já citados acima;
  • Remoção de cistos e outras infecções similares;
  • Correções nos ossos da boca;
  • Cirurgias, corretivas ou não, da gengiva.

É preciso acompanhamento médico?

Na maioria dos casos não. A cirurgia oral menor proporciona uma recuperação bem rápida e sem complicações. Por outro lado, como já citamos, a atenção com as recomendações é fundamental. Logo após o procedimento, o dentista informará se há a necessidade de retorno ou outros cuidados especiais. Você sabe qual foi a última vez que fez uma revisão em seus dentes para checar sua saúde bucal? É sempre recomendado que haja um retorno de 6 em 6 meses para um check-up bucal.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia oral menor:



Informações