Dentista especialista em canal

Dentista especialista em canal: Conheça tudo sobre esse profissional

Você sabe o que é um dentista especialista em canal? Saiba que esse profissional é muito procurado nos dias de hoje e possui um papel muito importante para cuidar especificamente do canal dentário dos pacientes.

O dentista especialista em canal, também conhecido como endodontista, é um profissional responsável por fazer a prevenção, avaliação e tratamento da raiz do dente. Ele é o único profissional da área odontológica que é especializado em tratamento de canal.

Sendo assim, sempre que sentir dor intensa na região da raiz dos seus dentes, você pode procurar ajuda de um profissional dentista, pois ele irá avaliar seu caso e tratar da melhor maneira.

Para saber mais sobre esse profissional, navegue pelos tópicos abaixo:

  • Qual a importância da endodontia para saúde bucal?
  • Quando procurar um endodontista?
  • O que causa problema na raiz dos dentes?
  • O que prejudica a saúde dos dentes?
  • Como fazer a higienização correta dos dentes?
  • Quais os benefícios da higienização bucal?
  • FAQ Exclusiva: Dentista especialista em canal?
  • Quando procurar um dentista especialista em canal?
  • Como escolher o melhor profissional dentista?

De maneira mais ampla, podemos dizer que a endodontia é uma especialidade destinada ao diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças que atingem a parte interna do dente. Ou seja, a polpa, a raiz e os tecidos periapicais, que envolvem toda a raiz.

E cuidar da raiz é extremamente importante, pois quando ela é atingida, pode entrar em um processo inflamatório muito doloroso chamado de pulpite. Por isso, ao sentir qualquer incômodo, é preciso procurar um especialista imediatamente.

Qual a importância da endodontia para saúde da boca?

Muitas pessoas quando vão ao consultório buscam por um sorriso perfeito, mas não sabem que antes da estética devem dar prioridade à saúde bucal, que envolve todas as partes bucais, incluindo raízes, gengivas, língua e mais.

E ao falar da saúde da boca, devemos saber que para mantê-la em dia, é preciso adotar cuidados diários, que envolvem escovação e higienização adequadas, a cada refeição principal.

A falta de higienização ou o uso inadequado de certos medicamentos podem ser totalmente prejudiciais aos dentes.

Se em algum momento você notar qualquer anormalidade ou dor, é recomendada a visita ao dentista de canal, onde ele irá avaliar e tratar seu caso conforme necessário.

Quando procurar um endodontista?

Alguns pacientes costumam visitar um profissional dentista apenas quando sentem algum incômodo, dor ou percebem alguma irregularidade. Fora isso, acreditam que não há necessidade de retornar à clínica.

Entretanto, quem pensa assim se engana. Não é apenas nesses momentos que devemos visitar um dentista. Devemos sempre priorizar nossa saúde bucal, pois ela é a porta de entrada para outras doenças.

Mas no caso da endodontia, que trata especificamente da polpa e da raiz dentária, os pacientes tendem a sentir incômodo, latejamento ou dores logo no começo do problema.

Em um estágio avançado, os sintomas são ainda mais intensos, o que acaba gerando mais dor. Isso acontece porque geralmente há formação de abcessos, ou seja, bolsas de pus no local.

Além disso, os pacientes também devem prestar atenção quando há sensibilidade localizada, principalmente ao consumir alimentos quentes e frios.

Muitas vezes, o paciente sofre de traumas nos dentes que apontam para a necessidade de um tratamento mais preciso. Por isso, em todos os casos, é fundamental procurar o dentista especializado em canal.

O que causa problema na raiz dos dentes?

Em qualquer fase da vida, é comum que homens ou mulheres sofram com algum problema dentário e isso pode ser resultado de longos períodos sem escovação ou mesmo pelo uso inadequado de medicamentos, consumo de álcool, tabagismo, entre outros.

E um desses problemas podem ocorrer na polpa ou raiz dos dentes, o que acaba gerando muita dor e incômodo na região, ou mesmo desencadear outras doenças mais graves.

Mas você sabe o que pode causar problemas nas raízes dos dentes? Conheça a seguir:

Cáries dentárias

As cáries são comuns em diferentes idades e podem se desenvolver através de diferentes fatores. Elas geralmente ocorrem quando os tecidos duros são destruídos em decorrência da presença de bactérias.

Quem notar escurecimento na região dos dentes, é importante buscar ajuda de um dentista especialista em canal, assim ele irá avaliar e fará um tratamento especial para cada caso.

Bruxismo

O bruxismo é um problema que atinge um grande número de pessoas e geralmente causa muita dor na região da mandíbula.

Ele acontece quando apertamos nossos dentes uns aos outros e rangemos, normalmente acontecendo enquanto dormimos.

Existem muitos motivos que podem levar o paciente a ter bruxismo, e um deles pode estar relacionado a situações de estresse ou de outros fatores emocionais, como a ansiedade.

E ao desgastar os dentes, as raízes também podem ser afetadas, pois estará recebendo toda pressão, sendo necessário consultar um dentista para canal no dente.

Periodontite

A periodontite é um problema que ocorre quando a estrutura óssea dos dentes, além do tecido da gengiva, sofre algum tipo de inflamação. Nesse caso, se o paciente não tratar e deixar a inflamação aumentar, pode levar a perda dos dentes.

Geralmente, o problema surge quando os pacientes notam algum tipo de sangramento gengival. Por isso, independentemente se o sangramento for pouco ou muito, é preciso procurar ajuda médica.

Para prevenir a periodontite, especialistas recomendam manter sempre os bons hábitos de saúde bucal, além das visitas regulares à clínica.

Pulpite

A pulpite é uma inflamação bastante dolorosa que ocorre na região da polpa dentária, ou seja, na parte interna do dente que contém os nervos e vasos sanguíneos.

Na maioria dos casos, a pulpite pode gerar dores e abscessos na região, necessitando de ajuda médica o mais rápido possível.

Retração gengival

A retração, também conhecida como recessão gengival, é o deslocamento das gengivas, resultando na exposição das raízes dos dentes. Dentre esses sintomas, o principal é a sensibilidade do dente afetado.

A retração gengival é ocasionada por uma infecção e, se não cuidada com antecedência, pode gerar a perda do dente ou causar grande sensibilidade.

Portanto, para prevenir suas gengivas, o ideal é escolher escovas de dente com cerdas macias e empregar menos força durante a escovação.

Gengivite

A gengivite é uma inflamação ocasionada na gengiva. E essa doença tende a gerar inchaço gengival, dores, incômodos, vermelhidão ou mesmo sangramento na região.

Geralmente, a gengivite é ocasionada pela formação de placas bacterianas, uma camada de bactérias que se desenvolvem ao redor. E essas placas surgem quando não há uma limpeza adequada na região da raiz dos dentes.

Para tratar esse problema, é necessário realizar a limpeza no consultório odontológico. A visita regular ao dentista favorecerão o tratamento completo.

Abscesso dentário

O abscesso dentário é uma infecção bacteriana que causa acúmulo de pus no interior do dente, o que pode acarretar em dor moderada ou intensa.

Ao perceber o surgimento de dor ou inflamação no local, é importante buscar ajuda de um profissional, pois o abscesso tende a aumentar caso não seja tratada a tempo.

Pericoronarite

A pericoronarite também é um tipo de inflamação, mas que atinge a coroa do dente. Normalmente, ocorre durante a erupção da estrutura dentária e, por isso, é bem comum acontecer no nascimento do dente do siso.

Na maioria dos casos, a inflamação tende a afetar os dentes inferiores, devido ao acúmulo de placas bacterianas entre a gengiva e o dente.

Uma boa higienização bucal e frequentes idas ao consultório odontológico já ajudarão a prevenir ou tratar o problema.

O que prejudica a saúde dos dentes?

Já parou para pensar que você pode estar prejudicando seus dentes sem intenção?

Existem muitas coisas que parecem inofensivas, mas que podem ser totalmente prejudiciais a eles, levando ao desgaste, sensibilidade ou mesmo alguma doença mais grave.

Por isso, para acabar de uma vez com suas dúvidas, listamos a seguir alguns itens ou vícios que podem ser prejudiciais à sua saúde bucal e que devem ser evitados ou diminuídos.

Confira:

Refrigerante em excesso

O refrigerante que muita gente gosta é rico em açúcares e bebe-lo com frequência pode aumentar as chances de surgirem cáries, especialmente se a higiene do paciente é negligenciada.

Por isso, sempre beba de forma moderada e nunca esqueça de escovar os dentes e higienizá-los da forma correta.

Morder pontas de canetas ou objetos duros

Muitas vezes ficamos distraídos e acabamos colocando canetas, lápis ou mesmo objetos duros na boca e mordendo.

Isso acaba desgastando ou mesmo quebrando os dentes. Por isso, tenha cuidado e evite fazer isso.

Consumir alimentos ácidos

Tomate, limão, laranja, abacaxi, molhos, entre outros, são uns dos alimentos que podem prejudicar os dentes, se não consumidos com moderação.

Escovar os dentes com muita força

Sabemos que a escovação diária é essencial para um sorriso bonito e saudável, mas isso também está relacionado à forma como você escova os dentes.

Especialistas recomendam utilizar uma escova macia e fazer movimentos leves, pois escovar com muita força pode acabar machucando a gengiva.

Abrir embalagens com os dentes

Outra coisa que muitos de nós fazemos sem perceber é abrir embalagens de ketchups, garrafas, embalagens de alimentos e muito mais.

Esses hábitos devem ser deixados de lado, pois em algum momento, seus dentes podem ser quebrados.

Fumar

A nicotina presente nos cigarros amarelam os dentes, além de serem prejudiciais para a saúde bucal.

Consumo de vinho em excesso

Sabemos que o vinho é uma bebida que agrega inúmeros benefícios à saúde, como redução da pressão arterial, menor volume de colesterol ruim, entre outros. Porém o consumo em excesso pode ser prejudicial aos dentes.

Devido à sua cor mais escura, ele pode deixar os dentes com um aspecto escurecido e amarelado. Além disso, a natureza ácida das bebidas pode causar erosão e desmineralização dentária.

Hábito de roer as unhas

Algumas pessoas possuem o hábito de roer as unhas diariamente, mas não imaginam o quanto isso pode ser prejudicial à sua saúde bucal.

A unha, por ser dura, acaba desgastando a superfície dos dentes, tornando-os mais frágeis e sujeitos a sensibilidade.

Além disso, abaixo das nossas unhas ficam bactérias acumuladas, que quando levadas à boca, podem ser prejudiciais.

Alcoolismo

O álcool consumido com frequência é capaz de provocar um ressecamento da mucosa bucal, aumentando a suscetibilidade dela para o desenvolvimento de diversos problemas, como fraqueza na estrutura dos dentes, escurecimento, sensibilidade dentária, entre outros.

Não trocar a escova de dente

Por último, e não menos importante, está no fato da pessoa não trocar sua escova de dente com frequência.

Profissionais recomendam a troca da escova a cada três meses, ou até menos, em alguns casos específicos.

Ao prolongar esse tempo, as escovas ficarão menos eficientes na remoção de resíduos.

Como fazer a higienização correta dos dentes?

No nosso dia a dia corriqueiro, muitas vezes achamos que nossa higienização bucal está sendo feita da melhor maneira. Porém, ao realizar a limpeza, podemos esquecer de passar o fio dental ou deixamos de lado alguns cuidados básicos.

Se não adotarmos os cuidados básicos, restos de alimentos tendem a ficar nos nossos dentes. E nesses casos, as bactérias podem se acumular e fazer um grande estrago em nosso sorriso, podendo inclusive prejudicar a raiz dentária.

Por isso, uma limpeza correta e bem feita evitará inúmeros transtornos além de evitar futuros problemas bucais.

Abaixo, separamos alguns passos básicos que podem ser adotados por todos:

  • Escolha uma escova com cerdas macias;
  • Coloque uma quantidade de creme dental adequada sobre ela;
  • Comece a escovação realizando movimentos circulares ou verticais, da gengiva para fora e repita o movimento;
  • Escove a língua fazendo movimentos para trás e para a frente;
  • Cuspa o excesso de creme dental;
  • Enxágue com água corrente;
  • Após isso, utilize um enxaguante bucal e bocheche por alguns segundos;
  • Depois cuspa novamente;
  • Por fim, utilize o fio dental para limpar entre os dentes.

Ao adotar esses passos diariamente, é possível manter seus dentes sempre saudáveis e livres de bactérias.

Porém, é válido ressaltar a importância de manter uma frequência de escovação de no mínimo 3 vezes por dia, após cada refeição principal e antes de dormir.

Quais os benefícios da higienização bucal?

Como já sabemos, toda vez que nos alimentamos de algo ou bebemos, os resíduos ficam em nossa boca. Eles nem sempre são visíveis, mas suas partículas estão lá e irão se depositar no esmalte, levando à formação da placa dentária.

E a partir disso, as bactérias se proliferam, aumentam e começam a impactar toda a saúde dos dentes. A partir disso, já temos em mente que a higienização bucal é de extrema importância.

Mas você sabe quais benefícios a higienização bucal pode trazer, além de nos proporcionar um sorriso mais atraente?

Conheça a seguir:

Impede o surgimento de outras doenças

Muitas pessoas não sabem, mas nossa boca é a porta de entrada para o surgimento ou agravamento de outras doenças.

Segundo especialistas, as más condições de higiene bucal podem levar a enfermidades como doenças cardiovasculares e diabetes. Por isso, é sempre importante dar prioridade à limpeza adequada.

Diminui o aparecimento de cáries

A higienização bucal feita da maneira adequada e repetida a cada refeição é ideal para remover manchas e placas bacterianas, o que acaba dificultando o surgimento de cáries.

Diminui as chances da perda dos dentes

A perda dos dentes pode ocorrer por diferentes fatores, porém muitas vezes acontece quando o paciente deixa de fazer a limpeza ou não dá muita importância em fazê-la da maneira correta.

Isso acontece porque as bactérias se acumulam e aproveitam os restos de alimentos para retirar os nutrientes e se desenvolverem.

Ao se desenvolverem, vão indo para outras partes da boca e acabam gerando inúmeros problemas, até chegar no estágio mais avançado, onde atinge a raiz e amolecem os dentes.

FAQ Especial: Dentista especialista em canal

Ao sentir qualquer dor ou desconforto nos dentes, muitas pessoas possuem as mesmas dúvidas e não sabem se devem ou não procurar ajuda de um especialista.

Mas uma coisa é certa: visitar um dentista com frequência é a maneira mais segura para evitar problemas relacionados à saúde bucal.

Portanto, se identificar qualquer irregularidade nos seus dentes ou boca, é sinal de que algo está errado e que precisa ser solucionado o quanto antes.

Somente em uma clínica dentária, o profissional vai te avaliar, diagnosticar e tratar seu problema.

Para sanar ainda mais suas dúvidas, separamos a seguir algumas das principais questões dos pacientes.

Quando procurar um dentista especialista em canal?

Como já vimos até o momento, o dentista especialista em canal, também conhecido como endodontista, é o responsável pelo estudo da parte interna do dente ou da polpa dentária.

Um dentista endodontia está apto a tratar uma série de doenças que envolvem a polpa dentária.

Eles realizam procedimentos de rotina até os mais complexos, incluindo tratamento de canal, endodontia cirúrgica e procedimentos que recuperam os dentes.

Mas você sabe em qual momento você deve procurá-los? Confira a seguir os principais indícios que provam que seus dentes precisam de ajuda de um dentista que faz tratamento de canal:

Dor de dente persistente

Dor no dente já prova que algo não está bem, mas no caso de dor aguda ou persistente, a preocupação deve ser ainda maior.

A primeira coisa que se deve fazer nesses casos é procurar um endodontista. Isso porque, diversos problemas podem causar a dor e, se não houver o devido cuidado, a situação pode se agravar.

Dentre os motivos que podem causar a dor de dente, estão: as cáries, placas bacterianas, gengivites, bruxismo, nascimento de siso e muito mais.

Por esse motivo, é muito importante procurar um dentista especializado em canal para que ele faça um bom diagnóstico e ofereça alternativas de tratamento adequadas ao caso.

Dentes escuros

Dentes escurecidos podem indicar um problema de cárie dentária, que representa riscos se não forem tratadas de início, podendo inclusive levar à perda do dente.

Por isso, independentemente do grau do escurecimento, é importante que o paciente não ignore o sinal e procure auxílio imediato.

Fraturas no dente

Outro caso que não deve ser ignorado é quando o paciente sofre algum tipo de fratura no dente. Visitando o dentista, ele saberá fazer o diagnóstico e tratar o problema da melhor maneira possível.

Sangramento

Por último, temos o sangramento. O sangramento na raiz dos dentes pode estar associado a gengivite ou mesmo a periodontite, que é a gengivite avançada e não tratada.

Portanto, ao notar o sangramento na sua gengiva, seja pouco ou muito, é importante procurar ajuda de um profissional o quanto antes.

Como escolher o melhor profissional dentista?

Ter cuidado com a nossa saúde bucal também inclui a escolha dos melhores profissionais para nos ajudar nessa fase. Afinal, sabemos que nossa boca é uma região totalmente delicada e merece toda atenção possível.

Por isso, antes de visitar um profissional, é importante levar em consideração alguns pontos importantes. Dentre eles estão:

Nível de especialização dos profissionais

Antes de mais nada, é importante que você procure saber o nível de especialização dos profissionais.

A dica é sempre marcar uma consulta avaliativa para que você possa verificar essa informação com antecedência.

Veja as tecnologias utilizadas pelo profissional

Confira quais tratamentos e tecnologias o consultório e o dentista para canal utilizam em seus pacientes.

É sempre importante frisar que os dentistas, assim como qualquer profissional da área da saúde, necessitam acompanhar a tecnologia e estarem sempre em busca dos melhores tratamentos e especializações.

Compare o custo

A parte financeira é outro ponto que pode influenciar muito na escolha do melhor profissional. Por isso, antes de procurar dentista para tratamento de canal, faça comparações de preços.

E claro, nunca se esqueça, o barato muitas vezes pode sair caro. Ao consultar o menor valor, verifique também o profissionalismo do dentista que está te prometendo o tratamento.

Avalie o atendimento dos profissionais

Outra dica é sempre avaliar o atendimento e a presteza dos profissionais para com os pacientes.

Veja se eles oferecem um atendimento de qualidade e se estão dispostos a oferecer o melhor tratamento para você.

Invista somente quando se sentir seguro(a)

Após todos esses pontos, é importante ressaltarmos que você só deve procurar um dentista especializado em tratamento de canal caso sinta segurança no profissional.

Se mesmo avaliando todos os itens mencionados, você ainda não se sentir seguro (a), é recomendado procurar outro profissional.

Mas a dica final é: caso note alguma irregularidade nos seus dentes, por menor que seja, não deixe de visitar um dentista especialista em canal sp.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende Dentista especialista em canal:



Encontre os melhores dentistas da sua região agora mesmo!

Assim que inserir sua localidade, vamos te mostrar uma lista com os dentistas próximos a sua região.

Informações