cirurgia do siso

Cirurgia do siso

Os dentes do siso se tornam um problema com o passar do tempo. Por isso, é preciso fazer uma cirurgia do siso para extraí-los e evitar futuras complicações na boca e no corpo humano.

Antes de realizar a cirurgia do siso, o paciente precisa passar por uma batelada de exames médicos solicitados pelo dentista. Caso haja alguma complicação com a saúde, o procedimento pode ser negado e outras alternativas para tratar os terceiros molares são sugeridas.

Como é feita a cirurgia do siso?

O ideal é que as pessoas que precisam realizar uma cirurgia do siso tenham idade mínima de 16 e máxima de 30, uma vez que a partir dos 30 anos de idade a calcificação da raiz dificulta a extração do dente, se tornando um procedimento mais trabalhoso e lento.

A realização da cirurgia do siso consiste em algumas etapas, que são:

  • A anestesia: o dentista irá aplicar uma anestesia local por meio de injeção para adormecer a área onde o procedimento será realizado. Em alguns casos, é recomendado uma anestesia geral;
  • A cirurgia do siso: depois da anestesia, vem a cirurgia do siso, que consiste em deslocar o tecido gengival para que o cirurgião retire o dente com facilidade. Nos casos de terceiros molares que ainda não nasceram (os dentes de siso inclusos), o osso que recobre o dente é quebrado para que, em seguida, o dentista consiga extrair o dente do siso;
  • Finalizando a cirurgia do siso: por último, o dentista retira os restos de osso e dente e colocar uma sutura para parar o sangramento e ajudar na cicatrização.

Em média, cada dente do siso demora 30 minutos para ser extraído, caso não haja nem um tipo de complicação. Porém, a cirurgia do siso é uma das mais procuradas nos consultórios odontológicos e, por esse motivo, várias técnicas foram acrescentadas para o procedimento ser rápido, indolor e seguro.

Os cuidados depois da cirurgia do siso

Retirado os dentes do juízo, o dentista irá prescrever ações que devem ser tomadas para que a recuperação da cirurgia do siso seja feita com sucesso.

Os cuidados são:

  • Limpeza: como os dentes do siso estão localizados no fundo da arcada dentária, fica difícil fazer a limpeza correta naquele local e, por isso, é interessante perguntar ao seu dentista como a higiene deve ser feita;
  • Alimentação balanceada: evitar alimentos que possuem excesso de açúcar e gordura é fundamental para impedir a proliferação de germes e bactérias. O recomendado após a cirurgia do siso é consumir alimentos pastosos, pois a mastigação se torna difícil;
  • Remédios: medicamentos serão receitados para evitar a proliferação de bactérias e futuras infecções.

Outros cuidados que devem ser tomados após a realização da cirurgia do siso envolvem compressas para o inchaço, boca anestesiado e dar uma pausa na bebida alcoólica e no cigarro. Por isso, é importante conversar sempre com o seu dentista para manter a sua boca saudável.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia do siso:



Informações